sexta-feira, 28 de agosto de 2009

De sentido nada tem

Tem coisa que somente vem, e não adianta querer descobrir o porque ou como, afinal tudo aquilo não faz sentido algum. E pouco me importo com os vestígios que deixo enquanto caminho em direção ao incerto, até porque não estou preocupada com os acertos.
Quem sabe errar não seja a melhor solução, já estou cansada de ser fraca mesmo, então vou denunciar essa coisa que vem de mim no momento inapropriado.
Mas creio que o pior de tudo mesmo, esteja nas minhas palavras que saem de maneira tão calma, mesmo quando estou estourando meus órgãos por dentro e mandando os meus sentimentos pro raio que o parta, pois é, quem disse que não ligo enlouqueceu.
Tem pouco que sei, e o resto eu levo.

domingo, 2 de agosto de 2009

Sem ser de mim

Odeio martelar no mesmo assunto, mas é uma coisa minha... na verdade atualmente a unica coisa que tem sido minha.
Manias já não são minhas, o modo de falar, comer, até o andar já não tem sido meu. Minhas ideias estão sumindo e estou assumindo as que não são minhas, queria muito pensar que pudesse ser uma transição, mas não consigo pensar que é isso. Pelo menos as palavras e o modo de coloca-las ainda está como antes, ou não, mas em uma modificação minha.
E aí minha garganta se tampa, as risadas me incomodam, vem a vontade de gritar mas algo me afoga em ausência de palavras.
Queria ter um pensamento idiota, como os de poucos que sei mesmo sem saber, mas essas coisas me surpeendem de forma não muito agradável, é cansativo e sempre igual, sempre a mesma coisa que vc já imaginava. Não conseguir agradar a si próprio é capaz de matar.
Dói, juro que dói de dar nó na garganta e não querer descer, quando não te agrada, quando vem aquele choro de dentro, e você faz ele descer pela garganta.
Será minha essa teimosia de choro? Sei que esse drama deve ser, ninguém tem esse dom que odeio ter, ou então tenho o de outro o dom de puxar o que nem conheço.
Mas fingir tem sido uma boa saída, e é assim que se faz todo dia: falo, como e até ando, sem ser o meu eu fazendo isso.